O “intelectual orgânico” de Antonio Gramsci. Por que “orgânico”? / Antonio Gramsci’s “organic intellectual”. Why “organic”?

Image credits: illustration of Leopoldo Mendéz

Em nossos estudos sobre os intelectuais, uma ferramenta teórica muito útil tem sido o conceito de “intelectual orgânico” desenvolvido pelo italiano Antonio Gramsci. Com este conceito, temos conseguido problematizar a função específica dos intelectuais na sociedade capitalista contemporânea. Trabalhei com esse conceito em diversos artigos que publiquei e nos meus livros.

Todos os homens são filósofos, diria Gramsci, no sentido de que todos os seres humanos, ao longo da história, meditam, pensam sobre a sua vida, a sua realidade. Então, todos os homens são, de alguma maneira, “intelectuais”. Todavia, quando falamos de intelectuais na sociedade em que vivemos, a capitalista, estamos nos referindo àqueles que se dedicam exclusivamente às atividades culturais, na produção do consenso, e que não exercem trabalhos manuais.

Continuar lendo O “intelectual orgânico” de Antonio Gramsci. Por que “orgânico”? / Antonio Gramsci’s “organic intellectual”. Why “organic”?

História das ideias e dos intelectuais. O que é isso? [A questão da ideologia – Parte 1] / History of ideas and intellectuals. What is it? [The question of ideology – Part 1]

Bem, a pergunta acima certamente não poderá ser inteiramente respondida nessa postagem. Vamos precisar de mais, pois o assunto é complexo. Mas já podemos ir aos poucos respondendo – nessa e em postagens futuras – essa questão a partir do que autores fundamentais dizem sobre o tema.

Nesta postagem vou falar um pouco do que Karl Marx e Friedrich Engels disseram sobre o conceito de ideologia na obra “A ideologia alemã”. “Ideologia” é um conceito fundamental para compreender a questão das ideias e dos intelectuais. Abordei isso de forma detalhada no meu livro “História Fetichista”. O e-book está disponível para compra na Amazon.

Continuar lendo História das ideias e dos intelectuais. O que é isso? [A questão da ideologia – Parte 1] / History of ideas and intellectuals. What is it? [The question of ideology – Part 1]

Breve apresentação / Brief presentation

Me chamo Rodrigo Jurucê Mattos Gonçalves. Meu segundo nome é de origem tupi e herdei de meu avô materno. Sou Graduado, Mestre e Doutor em História. Em breve serei pós-doutor. Leciono na Universidade Estadual de Goiás (UEG) e no Programa de Pós-Graduação em História (PPGHIS), nível mestrado. Pesquiso história das ideias e dos intelectuais.

Neste blog irei comentar o que ando lendo, estudando e pesquisando sobre os intelectuais e as ideias. Irei divulgar aqui meus livros, artigos e outros textos que tenho publicado. Você vai me encontrar também na rede de pesquisadores “Academia.edu”: https://ueg.academia.edu/RodrigoJurucê, lá eu já disponibilizo meus escritos há um bom tempo.

Se leu até aqui, talvez tenha se interessado no que tenho a dizer. Então vou deixar o link da coleção de livros “Tempos Conservadores: estudos críticos sobre as direitas” que organizo junto de outros pesquisadores. Até o momento publicamos três e-books, inteiramente gratuitos e disponíveis no link: https://temposconservadores.blogspot.com/. Boa leitura e até à próxima postagem.

Text in english:

— Historian of ideas and intellectuals —

My name is Rodrigo Jurucê Mattos Gonçalves. I am a Graduate, Master and Doctor in History. Soon I’ll be a post-doctor. I teach at the State University of Goiás (UEG), Brazil, and at the Program of Postgraduate Studies in History (PPGHIS), master’s level. I research the history of ideas and intellectuals.

In this blog I will comment on what I have been reading, studying and researching about intellectuals and ideas. I will disclose here my books, articles and other texts that I have published. You will also find me on the research network “Academia.edu”: https://ueg.academia.edu/RodrigoJurucê, there I already make my writings available in portuguese.

If you’ve read this far, you may have been interested in what I have to say. So I will leave the link to the book collection “Conservative Times: critical studies on rights” that I organize with other researchers. So far we have published three e-books in Portuguese, completely free and available at the link: https://temposconservadores.blogspot.com/. Good reading and until the next post.